Notícias, artigos e tudo sobre marketing digital

LGPD: o seu site está preparado?

 
LGPD: o seu site está preparado?

Você sabe o que é LGPD? Trata-se de um dos assuntos mais quentes do momento quando o assunto é internet e marketing digital. Afinal, trata-se da Lei Geral de Proteção de Dados, que entrou em vigor no Brasil em agosto de 2020, e impacta a todos os negócios que tenham sites e redes sociais, ou ainda aqueles que se comunicam com seu público-alvo nos meios online, você pode acessá-la aqui.


A LGPD diz respeito, mais especificamente, aos dados pessoais dos usuários e a forma como as empresas que têm acesso a eles lidam com essas informações, preservando a integridade, privacidade e liberdade de outros indivíduos e negócios. E isso vale tanto na internet quanto no "mundo real".


O que eu devo fazer para meu site estar de acordo com a LGPD?

Em relação a sites, há uma série de medidas que devem ser colocadas em prática para garantir que a LGPD seja cumprida. Acompanhe!


Transparência na coleta de dados

Alguns sites solicitam informações pessoais dos usuários, incluindo nome, gênero, números de documentos, entre outros dados. Não é proibido pedir, mas o site deve se comprometer a oferecer toda a segurança necessária aos usuários, bem como informá-los a respeito de quem terá acesso às informações. Assim, as pessoas podem decidir se querem compartilhar os seus dados pessoais ou não.


Notificações sobre cookies


Você sabe o que são os cookies em um site? Trata-se de arquivos que ajudam o proprietário de uma página na internet a identificar o visitante. Dessa forma, torna-se possível oferecer uma experiência mais personalizada, o que pode ser muito valioso em termos de marketing. No entanto, agora é obrigatório pedir a autorização do usuário para instalar esses cookies no seu navegador. E isso deve ser feito de forma muito clara em sua primeira visita.


Autorização para envio de e-mails

Alguns sites pedem o endereço de e-mail de usuários, seja para enviar ofertas, compartilhar notícias, entre outras necessidades. Ainda é possível pedir que as pessoas informem seus endereços, porém, o uso desses dados pessoais deve ficar restrito à finalidade que foi combinada. Ou seja, se o site pediu o e-mail do usuário para enviar uma newsletter, apenas esse tipo de conteúdo pode ser compartilhado.


Além disso, o usuário deve ter a liberdade de alterar o que foi combinado anteriormente: se em um momento ele decidir que não quer mais receber a newsletter, isso deve ser feito de forma rápida e prática, sem dificuldades.


Quais as sanções previstas caso a LGPD não seja cumprida?

Muitas empresas já tomaram as devidas medidas em relação à LGPD, embora a lei só tenha entrado em vigor em 2020, ela foi publicada em 2018. No entanto, caso o site do seu negócio ainda não esteja adequado à nova legislação, é hora de fazer isso.


As sanções relacionadas à Lei 13.709 já podem ser aplicadas, e incluem:

  • advertência;
  • multas diárias;
  • divulgação da infração;
  • bloqueio de dados pessoais do infrator, entre outras.


Conseguiu entender do que se trata a LGPD e como preparar o seu site para a nova lei? É fundamental estar bem informado e verificar se todas as exigências estão sendo cumpridas, para evitar sanções e outros prejuízos decorrentes do desrespeito, mesmo que não intencional, da legislação.


Agora, que tal compartilhar este conteúdo nas suas redes sociais para garantir que seus amigos também fiquem por dentro do assunto?


#Segurança